Mostrar mensagens com a etiqueta Bispo Macedo. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Bispo Macedo. Mostrar todas as mensagens

segunda-feira, 10 de julho de 2017

BISPO MACEDO E Dn. ESTER UNIVERSAL 40 ANOS

“Se nós estamos aliados com Deus e Ele conosco, tem que acontecer coisas grandiosas e magníficas…” Assista o vídeo do Bispo Edir Macedo e Ester Bezerra sobre os 40 anos da Universal.



Curta o Amigos da Universal no Facebook! Obrigado. Volte sempre!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

O plano da Universal

Em artigo publicado na Folha de S. Paulo, bispo Domingos Siqueira fala sobre o preconceito que a Igreja e o prefeito eleito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, sofrem

Leia abaixo o artigo publicado:
Concluída a eleição para Prefeitura do Rio de Janeiro, é possível e necessário fazermos uma reflexão sobre os ataques que foram lançados durante a campanha eleitoral contra o próximo prefeito da capital fluminense, o senador Marcelo Crivella (PRB), bem como sobre a Igreja Universal do Reino de Deus. 
Certamente, nenhum candidato a cargo público jamais teve sua fé e vida espiritual tão expostas quanto Crivella. Ou será que o caro leitor sabe de cor se o prefeito da sua cidade segue alguma crença religiosa? E o governador? 
Não sabemos, pois essa não é uma informação que deva ser levada em consideração para se eleger um administrador público. Além de vivermos em um país laico, que deve manter bem separados Estado e religião, o que interessa avaliar é a capacidade que o eleito possui para cumprir a missão que assumirá. 
Ou indagar se, sob a trama do discurso sedutor e das promessas de um mundo perfeito, não espreita mais um bandido de olho no recheio dos cofres públicos. 
Mas como se trata de um bispo licenciado da Universal, a atuação de Crivella no Senado, o trabalho como ministro da Pesca e as ideias do engenheiro para melhorar o Rio ficaram em segundo plano para a mídia. Interessava apenas estabelecer uma teofobia na cabeça do eleitor, com a declaração da guerra santa imaginária de uma religião contra as outras. 
O preconceito que significativas parcelas da população e da imprensa alimentam contra a Universal e nossos 9 milhões de adeptos em todo o mundo não é novidade. No Brasil, não há instituição religiosa que seja tão vigiada, investigada e difamada quanto a nossa. 
Faça uma busca na internet e encontrará todo tipo de mentira, boato, agressão e provocação contra nós. 
Em boa medida, essa imagem distorcida decorre da ignorância a respeito do trabalho evangelístico e da transformação que a palavra de Deus promove na vida das pessoas. 
Mas nossos acusadores de sempre não contavam com a boa consequência do massacre midiático que a Universal sofreu durante a campanha eleitoral: a luz lançada sobre a revolução social que nasce com a mensagem e os ensinamentos propagados pela Igreja Universal despertou a atenção de muitos formadores de opinião. 
Por exemplo, o filósofo Luiz Felipe Pondé, em recente entrevista ao programa "Palavras Cruzadas", da TV Brasil, observou que o aumento do número de evangélicos traz um impacto econômico positivo ao país a partir de incentivo ao empreendedorismo, do estímulo ao crescimento pessoal e da troca mútua de apoio entre os fiéis. 
É exatamente isso o que a Universal faz em 7.157 templos instalados em todas as capitais. Encorajamos milhões de brasileiros; eles aprendem que a felicidade e o sucesso não podem ser promessas sussurradas envergonhadamente, mas sim um corrimão da vida que pode ser alcançado por todos. 
E também cuidamos dos segregados e abandonados por governantes e pela sociedade: moradores de rua, viciados, mulheres vítimas da violência, encarcerados, jovens carentes, idosos. Foram mais de 2, 6 milhões de beneficiados por nossos programas sociais somente de janeiro a outubro de 2016. Hoje, de cada cem brasileiros, um recebe apoio da Universal. 
Talvez você tenha lido por aí que a Universal tem um "plano de poder" para o Brasil. Na verdade, o maior plano que a Universal tem é que cada um tenha poder sobre a própria vida.
Você pode ver a publicação original aqui
Curta o Amigos da Universal no Facebook! Obrigado. Volte sempre!

terça-feira, 30 de junho de 2015

Spot Blog Bispo Macedo



Visite o nosso site oficial: http://centrodeajuda.pt

Facebook: http://facebook.com/CentroDeAjuda

Curta o Amigos da Universal no Facebook! Obrigado. Volte sempre!

sexta-feira, 13 de março de 2015

Bispo Macedo concede entrevista para o SBT

O Bispo Edir Macedo, aceitou conceder uma entrevista especial ao jornalista Roberto Cabrini, apresentador do programa "Conexão Repórter" do SBT.

A gravação foi feita na terça-feira com o Bispo Macedo, e entre vários temas abordados na entrevista, foi falado sobre a construção do Templo de Salomão que foi inaugurado em julho de 2014 em São Paulo.

Segundo informações, em outubro de 2014 Silvio Santos telefonou para Cabrini pedindo que produzisse programas sobre a biografia de Edir Macedo, Roberto Marinho fundador do Grupo Globo já falecido, e Johnny Saad, presidente do Grupo Bandeirantes, e seu pai, João Jorge Saad, fundador do Grupo Bandeirante também já falecido.

Segundo informações do próprio Roberto Cabrini, as entrevistas fazem parte de uma série produzida pelo SBT chamada de "Grandes Biografias".

Roberto Cabrini fez questão de ressaltar que é um trabalho totalmente jornalístico, afirmando que perguntou tudo o que tinha que ser perguntado para o Bispo Edir Macedo. A entrevista ainda não tem data definida para a exibição. Informações Uol Notícias.

Curta o Amigos da Universal no Facebook! Obrigado. Volte sempre!

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Marcelo Rezende fala sobre Sérgio Malandro, Latino e bispo Macedo

O apresentador conta como o bispo ajudou o Latino antes da fama

Curta o Amigos da Universal no Facebook! Obrigado. Volte sempre!

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Olhai para o Alto


Tratando-se de Deus, o local para atender a necessidade não faz diferença. O Senhor Jesus atendeu as necessidades de uma multidão no deserto: a necessidade da cura, da libertação e, até mesmo, a necessidade de matar a fome de milhares de pessoas.
Na ocasião, um dos discípulos disse: O lugar é deserto, e vai adiantada a hora; despede, pois, as multidões para que, indo pelas aldeias, comprem para si o que comer.
Na visão do discípulo, aquele lugar não era propício para a realização de um milagre daquela magnitude, até porque não havia recursos. Afinal, dar de comer a milhares de pessoas, no deserto, não é uma tarefa fácil.
Porém, Jesus disse: NÃO PRECISAM RETIRAR-SE.
Em outras palavras: O milagre não depende do lugar nem da circunstância, mas sim do Senhor Jesus estar nesse lugar.
Ele então disse: ...dai- lhes, vós mesmos, de comer.
Os discípulos duvidando disseram: Não temos aqui senão cinco pães e dois peixes.
Mas Jesus disse: Trazei-mos… e tomando os cinco pães e os dois peixes, erguendo os olhos ao céu, os abençoou. Depois, tendo partido os pães, deu-os aos discípulos, e estes, às multidões. Mateus 14.15-19
Quando puseram os pães e os peixes nas mãos de Jesus, Ele ergueu os olhos aos céus, e não olhou para a quantidade que havia e muito menos disse: “Só isso?”
Não! O nosso Senhor apenas olhou aos céus, e esta tem que ser a nossa fé. Os nossos olhos jamais podem estar voltados para as coisas que estão nas nossas mãos ou para as circunstâncias que temos a nossa volta, mas sim ERGUIDOS aos céus.
Quando fazemos qualquer coisa com os nossos olhos erguidos aos céus, quer dizer que estamos olhando para Deus, e com certeza Deus também está olhando para nós. Sendo assim, tudo é possível!
E os seus olhos estão erguidos aos céus ou olhando para as coisas que estão nas suas mãos?
 

Bispo Edir Macedo
bispomacedo.com.br 
 

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

É preciso ter humildade - Entrevista exclusiva, Bispo Edir Macedo

Em entrevista exclusiva, bispo Edir Macedo explicou por que essa qualidade é fundamental ao ser humano

Para conquistarmos a Salvação, é necessário que sejamos humildes, não no sentido socioeconômico, mas espiritualmente. A humildade nos capacita a sermos verdadeiros com nós mesmos e a aceitarmos que somos dependentes de Deus.
Se nos apoiamos em nosso próprio orgulho e acreditamos que podemos viver sem Deus, não nos atentamos ao fato de que, em algum momento, poderemos falhar, ou que alguma adversidade pode nos levar ao fundo do poço. E se isso acontecer, por estarmos longe de Deus, nosso fracasso será inevitável.
O bispo Edir Macedo falou com exclusividade sobre o tema. Acompanhe a entrevista:
Universal.org: O que a humildade tem a ver com a Salvação da alma?
Bispo Macedo (BM): Não há condição de a pessoa ser salva sem ser humilde. Primeiro ela tem que ser humilde. O Senhor Jesus disse: “Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o Reino dos Céus.” Mateus 5.3
O Reino dos Céus é a Salvação. A porta de entrada para o Reino dos Céus é a humildade. Por isso a pessoa deve ser humilde para aceitar crer num Deus invisível, que não se sente, não se pega, e, assim, ter acesso a esse Deus infinito e invisível. Ela tem que ter humildade para reconhecer que Ele existe e Se torna galardoador dos que O buscam. Isso é humidade. A pessoa tem que ter humildade para conquistar o Reino de Deus. Não tem outra saída.
Universal.org: Como a pessoa pode encontrar a verdadeira humildade?
BM: Todo mundo que está salvo, está salvo porque se encontrava no fundo do poço e se via perdido. A pessoa, para ser salva, tem que reconhecer que está perdida e que precisa de Salvação.
Universal.org: Então, a humildade não tem nada a ver com a personalidade da pessoa?
BM: Não, tem a ver com reconhecimento. A humildade não está relacionada à condição socioeconômica. A humildade é de espírito, uma humildade interior, íntima, que é uma coisa pessoal.
Universal.org: Por que Jesus disse que é tão difícil um rico entrar no Reino dos Céus?
BM: Porque o rico não tem humildade. Ele tem dinheiro e confia no dinheiro. Então, a humildade dele inexiste. Só por conta disso ele não entra. Não é que Deus proíba o rico de entrar no Reino dos Céus, o problema é que ele confia na riqueza, e para deixar de confiar na riqueza e confiar no Deus invisível, ele tem que ser humilde.
Universal.org: Para a fé funcionar, deve ser arrojada. Como podemos fazer, então, um paralelo entre essa fé e a humildade?
BM: A pessoa só tem fé agressiva se for humilde, porque essa fé agressiva vem de Deus. E Deus só doa o poder dEle aos humildes. Ele não vai doar o Seu poder para quem é pedante, orgulhoso, porque aí a pessoa vai confiar nela e não no poder de Deus. A pessoa só tem acesso a essa fé arrojada se ela for humilde. Se ela não for humilde, ela não tem condição de ter fé, porque a fé vem do Espírito Santo.
Universal.org: Como a pessoa pode entender que precisa reduzir o seu “eu” para que Deus possa crescer nela?
BM: Para isso, a pessoa tem que descer ao fundo do poço, tem que começar do zero. Se ela não descer ao fundo do poço, não vai ser humilde. Porque é no fundo do poço que ela reconhece que não tem escapatória, não tem para onde fugir, não tem saída. Então, se ela olha para um lado, olha para o outro e não vê saída, obrigatoriamente, vai ter que olhar para o Alto.
Quando ela olha para o Alto e pede a Deus ajuda, aí é que entra a humildade, o reconhecimento. Ela pensa: “É, realmente errei, preciso de Ti, estou desesperada, não tem saída para mim, só o Senhor pode me ajudar. Se o Senhor existe, me ajude!” É aí que entra a humildade, mas essa humildade só é possível para a Salvação quando a pessoa estiver no fundo do poço. Aí ela é liberta desse fundo de poço e Deus concede a ela a fé arrojada para tomar posse das demais bênçãos.
Universal.org: Qual o maior objetivo da fé?
BM: A maior grandeza da fé não é a conquista material, a conquista do sucesso. A maior conquista da fé é a Salvação. Esse é o fim da nossa fé, é o objetivo da fé. A vida eterna não é uma coisa gratuita, não cai do céu para todo mundo, mas é algo de que você tem que tomar posse. Paulo disse: “Toma posse da vida eterna...” (1 Timóteo 6.12) Jesus confirmou isso quando disse: “... o Reino dos Céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele.” Mateus 11.12
A fé tem os seus mistérios, mas o objetivo dela é a Salvação eterna. É o fundamento dela. É por isso que ela vem de Deus, não do homem, nem da ciência, mas de Deus. É Ele quem nos dá essa fé. Cabe a cada um de nós guardar essa fé para tomar posse da vida eterna. E isso é uma coisa pessoal, uma guerra pessoal. Então, vamos enfrentar o inferno para chegar lá, mas temos força para isso.
Universal.org: Ainda sobre fé, muitas pessoas conquistam aquilo que almejam, mas acabam perdendo, de uma maneira ou de outra. Nesse caso, o que elas podem fazer para manter aquilo que conquistam?
BM: Veja o caso do povo de Israel. Digamos que tenham saído 3 milhões de pessoas do Egito, mas só duas entraram na Terra Prometida. A Terra Prometida é Jesus. O deserto pelo qual eles passaram, durante 40 anos, são as tribulações, as dificuldades, os infernos que temos que enfrentar a cada dia. Para prevalecer e permanecer nessa conquista até o fim, perseverando até o fim, a gente tem que estar firme na fé, porque os adultos que saíram do Egito não conseguiram manter-se nela, mesmo tendo visto as maravilhas de Deus.
Universal.org: Trazendo a história do povo de Israel, que saiu do Egito, para os dias de hoje, como poderíamos definir esse deserto na atualidade?
BM: Fazendo uma analogia dessa travessia do deserto, é a nossa própria travessia. Estamos atravessando esse deserto também para chegar à Salvação, a Jesus. Temos que enfrentar os desertos com seus escorpiões, cobras, lagartos... E quando chegarmos à Terra Prometida, temos que vencer os cananeus, os filisteus, os inimigos, enfim, para nos mantermos lá.
(*) Colaborou Daniel Cruz

O Blog Amigos da Universal quer saber a seu COMENTÁRIO sobre o artigo! Obrigado. Volte sempre!

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Mensagem Bp Clodomir - Eu não posso falhar com o altar!



O Blog Amigos da Universal quer saber a seu COMENTÁRIO sobre o artigo! Obrigado. Volte sempre!

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Bispo Macedo anuncia revelação de Deus ao mundo

Encerramento do "Jejum de Daniel" promove um grande avivamento no povo de Deus


Neste domingo (13), do alto do Monte Hermom, em Israel, o bispo Edir Macedo anunciou a GRANDE REVELAÇÃO que Deus lhe concedeu e determinou o derramamento do Espírito Santo na vida de milhões de pessoas que participaram de mais uma edição do “Jejum de Daniel”.
Em todo o Brasil, a reunião principal aconteceu um pouco mais cedo, às 8h30. Por volta das 9h, o bispo entrou, ao vivo, para todo o mundo, por videoconferência, falando da responsabilidade de cada um de nós ao recebermos o Espírito Santo. Ele destacou ainda que Deus espera que sejamos Sua imagem e semelhança aqui na Terra, ou seja, Seus "clones", verdadeiras cópias dEle neste mundo.
“Quando você nasce do Espírito Santo (porque primeiro se nasce do Espírito, depois se recebe o Espírito Santo) você se torna filho de Deus, ou seja, a imagem do Senhor Jesus, portanto, passa a ter essa responsabilidade. Por exemplo, a pessoa que se forma em medicina passa a ter a responsabilidade para com aqueles que virão pedir ajuda a ela, ou seja, essa pessoa terá de tomar cuidado para não dar uma receita que venha ferir, prejudicar ou até matá-los. É a responsabilidade que ela tem da sua profissão. E quando você se torna filho de Deus, recebe o Espírito de Deus, tem de assumir essa responsabilidade, isto é, que é um “Jesus” onde quer que vá, seja em casa, na rua ou no trabalho. Cada um de nós se torna cópia do Senhor quando recebe o Seu Espírito”, explicava o bispo pouco antes de ministrar a oração em favor daqueles que o acompanhavam.
Em seguida, pediu a todos que fechassem os olhos e determinou que cada pessoa recebesse a paz de Deus (sinal claro e palpável do Espírito Santo) e, sem seguida, o derramamento do Espírito Santo.
Mobilização mundial
Após orar, o bispo revelou a todos o que acontecerá nos próximos dias na Universal, a contar deste domingo (13) até o próximo dia 27 de outubro, período em que ocorrerá uma grande mobilização de resgate em prol das pessoas sofridas, oprimidas, doentes e destruídas pelas mais diversas mazelas e problemas.
E como acontecerá? O bispo explicou, durante o pronunciamento no Monte:
“Existem bilhões de pessoas neste mundo com a vida amarrada, presas e destruídas por conta das forças do mal. Deus nos deu o Espírito Santo, mas para quê? Para que fiquemos dizendo 'aleluia' e falando em línguas? Será que foi para isso apenas? Claro que não! Por isso, a partir de hoje, nós vamos formar um grande mutirão de resgate dos enfermos, dos aflitos, vamos visitar hospitais, presídios, vamos aos becos, aos lugares mais remotos, invadir o território do inferno para arrancar as pessoas que estão lá, sofrendo; e os pastores, bispos, todos, não vão ficar dentro das igrejas esperando as pessoas! Todos sairão em busca dos sofridos, onde estão os aflitos. Nós iremos até eles!”, orientou o bispo Macedo.
Desta forma, todos os dias, a partir de agora - determinou o bispo - serão dadas as ordens para que esse propósito de resgate aconteça. “Vamos oferecer para todas as pessoas que vierem à Igreja no dia 27, graciosamente, algo que vai trazer essa liberdade! Só saberão o que é no dia em que vierem, pois é uma surpresa para todo o mundo! Vocês trarão pessoas à Igreja que estão sofrendo, gemendo, vazias. Especialmente neste dia será o “Dia do Destravamento” e todos devem trazer pessoas nessas condições; crianças também! Nós vamos trabalhar neste propósito em todo o mundo, numa só fé, num só espírito”, ressaltou.
"Você que é batizado com o Espírito Santo, você que O recebeu, está automaticamente engajado nesse mutirão para buscar os sofridos, aflitos e aqueles que estão caídos à beira do caminho, porque esta é a missão do Espírito Santo dentro de nós! Todos, obviamente, são os nossos convidados!", encerrou o bispo.
Blog Amigos da Universal!

terça-feira, 8 de outubro de 2013

A Oferta de Deus foi pura! E a sua? - Bispo Macedo (Portugal)



Oferta de Deus foi pura! E a sua? - Bispo Macedo (Portugal)

Blog Amigos da Universal!

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

O Santo Culto Em Seu Lar Bispo Macedo 1988 culto Maravilhoso


O Santo Culto Em Seu Lar Bispo Macedo 1988 culto Maravilhoso
Se você gostou deste vídeo clique em PARTILHAR, e adicione aos favoritos!
Blog Amigos da Universal!

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Fruto do Espírito Santo: Domínio Próprio

O cristão precisa estar com a sua consciência lavada e purificada de todo e qualquer sentimento do mal, a fim de estar apto espiritualmente para lutar e vencer, pela fé no Senhor Jesus


Para se ter uma ideia da grandeza desta qualidade, basta analisar o que o Espírito Santo falou através de Salomão:
“Melhor é o longânimo do que o herói da guerra, e o que domina o seu espírito, do que o que toma uma cidade.” Provérbios 16.32
“Como cidade derribada, que não tem muros, assim é o homem que não tem domínio próprio.” Provérbios 25.28
De fato, do que adianta apresentarmos uma fé inabalável, capaz de transportar montanhas, ressuscitar mortos, curar enfermos, expelir demônios, se não conseguimos controlar os impulsos da nossa vontade carnal?
Porque, na realidade, o seguidor do Senhor Jesus Cristo vive em constante conflito contra as hostes espirituais do mal. A sua luta não é contra a carne e sangue, mas:
“... contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.” Efésios 6.12
O cristão precisa estar com a sua consciência lavada e purificada de todo e qualquer sentimento do mal, a fim de estar apto espiritualmente para lutar e vencer, pela fé no Senhor Jesus.
Se, no entanto, a sua “carne”, ou seja, as suas concupiscências, seus desejos carnais são incontroláveis, então, como poderá usar a armadura de Deus para alcançar o sucesso? É aí que se faz necessário o domínio próprio.
A Palavra de Deus nos exorta, dizendo:
“... andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne. Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer.” Gálatas 5.16-17
Nós, os cristãos, vivemos num mundo profundamente hostil, porque pertencemos ao Reino de Deus e habitamos no reino do diabo; consequentemente, há uma verdadeira batalha entre aqueles que pertencem à luz e os que são possuídos pelas trevas. Então, o que tem acontecido? Os não cristãos, isto é, aqueles que são possuídos pelas trevas e por isso mesmo guiados por elas, sempre articulam provocações no intuito de reagirmos segundo a nossa carne, para que eles possam provar a si mesmos e, acima de tudo, a nós que, no fundo, no fundo, somos todos iguais e pertencemos ao mesmo mundo, e que não adianta nada a nossa fé.
Infelizmente, algumas vezes eles têm conseguido sucesso, exatamente porque tem havido por parte de muitos de nós, cristãos, omissão ao domínio próprio. O Senhor Jesus nos adverte de que:  “... se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entrareis no reino dos céus.” Mateus 5.20
Daí, é imperiosa a necessidade de se manter um domínio próprio, mesmo diante de todas as provocações, a fim de que pela nossa conduta exemplar as pessoas possam ver o Senhor através de nós. Assim também evitamos descer no nível daqueles que se encontram nas trevas.
A graça do domínio próprio não é menos importante do que as demais, pois ela dá um sentido genuinamente cristão, um autocontrole de si mesmo, ante os impulsos da carne que nos conduz à morte. Todo cristão precisa de uma temperança, de uma autodisciplina para representar o seu Senhor aqui neste mundo:
“Por isso mesmo, vós, reunindo toda a vossa diligência, associai com a vossa fé a virtude; com a virtude, o conhecimento; com o conhecimento, o domínio próprio; com o domínio próprio, a perseverança; com a perseverança, a piedade; com a piedade, a fraternidade; com a fraternidade, o amor. Porque estas coisas, existindo em vós e em vós aumentando, fazem com que não sejais nem inativos, nem infrutuosos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo. Pois aquele a quem estas coisas não estão presentes é cego, vendo só o que está perto, esquecido da purificação dos seus pecados de outrora. Por isso, irmãos, procurai, com diligência cada vez maior, confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum. Pois desta maneira é que vos será amplamente suprida a entrada no Reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.” 2 Pedro 1.5-11
(*) Texto retirado do livro "O Espírito Santo", do bispo Edir Macedo

Blog Amigos da Universal!

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Celebremos com MAIS de 300 milhões de BENEFICIADOS nestes 35 anos

Um é conhecido como o Pai da Fé porque tudo fez pela materialização do seu sonho e outro tinha na Fé o projeto para a concretização do seu maior sonho. O que ambos têm em comum? Disseram SIM para DEUS!
Abraão terá sido o exemplo de um dos homens que mais autocontrolo apresentou na História da Humanidade. É fácil ceder às emoções, aos sentimentos, difícil mesmo é contrariá-los. Vemos a postura de Abraão de cada vez que ele dizia “SIM” a Deus quando todos os seus sentidos, coração e emoções deveriam gritar “NÃO”.
Abraão deixou a segurança da sua parentela, da sua terra, dos seus bens, partindo apenas com a sua esposa e servos. Ele seguiu a Voz à qual obedecia sem questionar e que prometia fazer dele um exemplo para a Humanidade.
Edir Macedo, há 35 anos atrás, abandonou a segurança de um emprego, a sua parentela, um futuro seguro, para dar ouvidos à mesma Voz, que continua a falar, mas que se tem mantido em surdina para os biliões que têm optado por não escutar. Deus não grita, na verdade, a Sua Voz está no volume certo, nem muito alto, nem demasiado baixo, mas escutá-la, depende de si!
Salvar os outros, compartilhar Cristo através da Sua Palavra, oração e milagres! Na segunda-feira, dia 9 de julho, a Igreja Universal do Reino de Deus vai comemorar 35 anos do seu estender de uma mão amiga e doação de um coração aberto para salvar a milhões no mundo inteiro.
O que a fé pode fazer? Foi o que Abraão e o bispo Macedo descobriram quando a associaram ao sacrifício. Um foi a causa de todos estarmos aqui, vivos, outro proporcionou-nos a oportunidade de estarmos aqui, salvos, pela promessa da Vida Eterna.
Cura, resgate, transformação e salvação usaram como passaporte o trabalho incrível do Espírito Santo, que começou com apenas um homem, uma estrela de Abraão.
Este domingo, no Centro de Ajuda, nomeadamente na Sede Internacional da Europa, iremos celebrar o aniversário da Igreja Universal do Reino de Deus, com a presença do seu percursor, o Bispo Edir Macedo. Venha reconhecer, partilhar e celebrar este dia e reflita, na sua própria vida, o crescimento abençoado que a Igreja tem evidenciado ao longo dos anos. Aceite a oportunidade de se tornar um reflexo da Grandeza de Deus!

Pormenores do encontro

Data: domingo, 8 de julho, às 9h30 (também às 07h30)
Local: Sede Internacional do Centro de Ajuda – Rua. Dr. José Espírito Santo, nº 36 (próximo do metro de Chelas)
Mais informações: Linha Amigo 24h: 707 30 12 21
Todos serão muito bem-vindos, pois você é nosso convidado especial!
  

terça-feira, 17 de abril de 2012

Bispo Macado dia 15 Abril, em Viagem Missíonaria em Londres - Inglaterra

Domingo dia 15/04/2012 pelas 9:30hs em LONDRES o Senhor Bispo Macedo ensinou a receita para um verdadeiro Relacionamento com Deus.

Obrigado pela seu Comentário!

terça-feira, 20 de março de 2012

O Bispo Macedo está doente?

Veja o resultado do diagnóstico realizado pela Drª Eunice Higuchi

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Bispo Edir Macedo tem página na rede social mais acessada no Brasil


O Brasil pulou de oitavo para quarto colocado no ranking de usuários da rede social Facebook, em apenas 3 meses. De acordo com levantamento feito pelo serviço de estatísticas Socialbakers, o País ganhou 7,2 milhões de usuários e superou a marca de 35,1 milhões de pessoas no Facebook. Atualmente está atrás apenas da Índia (41,3 milhões), Indonésia (41,7 milhões) e Estados Unidos (157,4 milhões).

Conforme a pesquisa, a penetração do Facebook no Brasil atinge 17,48% da população e 46,30% dos internautas. Entre todos os brasileiros que estão no Facebook, 54% são mulheres e 46% homens. A maior parte dos usuários da rede de relacionamentos no Brasil está no grupo de pessoas que têm entre 18 e 24 anos de idade (32% dos usuários). Nos últimos 3 meses, esse grupo foi o que apresentou maior crescimento em quantidade de usuários. A segunda faixa etária que tem mais usuários é composta por pessoas de 25 a 34 anos de idade (29% dos usuários).

Atento a isso, o bispo Edir Macedo mantém nesta rede social um perfil com links para o portal Arca Universal, IURD TV e o seu Blog. É mais um canal aberto para que o internauta fique atento às postagens e atualizações que ele faz dentro na IURD TV e no portal Arca Universal.
As redes têm a função de encontrar pessoas e estabelecer comunicação entre elas. É possível também fazer novas amizades através de comunidades semelhantes, eventos que estão programados para acontecer, ou mesmo por meio de amigos em comum, já que as mensagens enviadas chegam instantaneamente e pode-se obter a resposta imediatamente se a pessoa interessada estiver online.

O levantamento feito pela Socialbakers revela ainda que São Paulo é a cidade brasileira mais popular na rede social, com pouco mais de 4 milhões de usuários. O Rio de Janeiro é a segunda colocada (1,4 milhão), Curitiba (421 mil) e Goiânia (239 mil) estão na terceira e quarta colocação, respectivamente. A capital paulista é a 15ª cidade do mundo com maior quantidade de usuários da rede social. A liderança pertence a Jacarta, na Indonésia, com 17,4 milhões.
Para curtir a página do Bispo Edir Macedo no Facebook clique no link 
www.facebook.com/bispomacedo 

Obrigado pela seu Comentario!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Reliquias da Igreja Universal, alimento para o Jejum de Daniel

BP MACEDO SENDO AMEAÇADO POR UM PAI DE SANTO, confira o vídeo!


Obrigado pela seu Comentario!

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Dracma perdida - Visita Missionaria do Bispo Macedo a Lisboa,(regresso) de Itália

A fé exige imaginação, a fé é certeza de coisas que se esperam. Você imagina algo você quer chegar e persegue aquele alvo, isso chama-se fé
Quando a pessoa nasce de Deus, nada tem sentido sem . Jesus nos fala de um comerciante de pérolas e que se dispõe de tudo para adquirir aquela pérola, assim é Jesus. Quando temos um encontro com Deus, nada mais é importante na nossa vida.
“Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la? E, tendo-a achado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido.” Lucas 15.8-9
A dracma era algo muito valioso, pois a mulher tinha dez ao perder uma, ele procura diligentemente a dracma perdida pois ela era muito valiosa. A nível económico, esta dracma não vale mais que um dia de trabalho, uma moeda que tinha apenas um valor irrisório.
“Qual é o maior sonho de um adulto?”, perguntou o orador. O seu maior sonho é casar, ter alguém ao seu lado ao longo da vida, acontece com todos os seres humanos. Este dracma perdida não tinha um valor económico, mas sim simbólico, ela fazia parte de um conjunto de dez dracmas que formavam um colar que era um costume na época de Jesus, pois o rapaz presenteava a sua noiva com um colar de dez dracmas. Estas eram um sinal do seu compromisso firmado entre o casal, e se ela perdesse uma das peças, o colar ficaria incompleto e se as pessoas vissem que faltava uma peça, ela seria considerada como impura, como se não levasse a sério o seu compromisso, deshonrando a palavra empenhada para com o noivo, ao faltar uma peça do seu colar, isto era motivo de vergonha para ela e deshonra para o seu noivo.
Este colar com dez dracmas representava a aliança entre os dois, a mesma que aconteceu entre Deus e o seu povo no Monte Sinai. Uma aliança se faz no empenho da palavra, da honra, nos dias de hoje existe uma série de passos que as pessoas têm que tomar para casarem-se. Nos tempos bíblicos valia a palavra empenhada. Deus empenhou a sua honra fazendo uma aliança com o seu povo, e deu a sua palavra escrita, os dez mandamentos, se o povo aceitasse os termos daquela aliança, Deus assumiu o compromisso de os abençoar.
Ao subir no altar para cumprir o seu sacrificio, e será cobrado de Deus a palavra empenhada naquele monte, a Sua palavra. Ao cumprir a sua parte, estará obedecendo aos termos da palavra dada por Deus, e assim estabelece-se um aliança entre você e Deus, um casamento. Deste casamento nasce uma nova criatura.
O colar representava a aliança entre o casal, se faltasse uma peça, uma dracma então é como se a pessoa tivesse feito uma aliança com Deus lá no Sinai porém cumpre apenas nove mandamentos, mas não o décimo ou um dos dez mandamentos. Ao não cumprir os dez mandamentos ou cumprimos todos ou não cumprimos, para que possa cobrar de Deus, o que Ele prometeu no Monte Sinai.
Ao perder uma das dracmas, ela ficou desesperada, pois o seu casamento estaria em risco. No entanto, muitos são aqueles que “desenpenham uma responsabilidade na igreja, mas estão perdidos, pois vivem de aparência”, afirma o orador. Estes estao apagados no seu relacionamento com Deus, ou seja são dracmas perdidas. Assim como é referido nas Sagradas Escrituras, a dracma não foi perdida na rua, mas sim dentro de casa. Muitos estão na igreja e perderam o contacto com Deus, cultivam uma fé apenas tradicional como antigamente.
Pense a respeito da situação em que se encontra, pois o seu noivo Jesus e se você perdeu uma dracma, também perdeu o contacto com Ele, uma virtude Dele. Jesus disse que ela perdeu a dracma e a primeira coisa que ela fez foi acender a luz, pois não a poderia achar com a luz apagada. A luz representa o encontro com Jesus, quando reconhecemos que a nossa comunhão com Deus já não é a mesma, e que no fundo somos uma dracma perdida. A primeira coisa que tem que fazer é acender a luz ou buscar esta luz, confessar diante de Deus. Quando estamos com Deus estamos na luz, mas ao nos afastarmos sobre encobertos pelas trevas que nos impedem de enxergar.
“ Aquele que anda nas trevas não tem a luz da vida”. A mesma mulher acendeu a luz e confessou a situação na qual se encontrava. Ao aproximar-se da luz reconhece e toma a decisão e aí ela é achada novamente. Aquela dracma é tao valiosa que quando ela acha Jesus, ela celebra e quer que todos saibam achou a dracma perdida, recompôs o seu colar, o seu compromisso com o seu noivo que é Jesus.
Não importa o que falem de nós, o que importa é que encontramos a dracma perdida. Há mais jubilo por um pecador se arrepender do que mil justos.
 fonte:IURD.PT

Obrigado pela seu Comentario!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...